sexta-feira, 10 de junho de 2011

- Mãe... -

.
.
.
Quando sinto essa dor imensa no peito,
escrever alivia os gritos sofridos que me criam nós na garganta.
Quando estou sentindo essa saudade sem fim,
as palavras, desenhadas, descansam meu coração.
A água que surge nos meus olhos,
desliza pelo rosto em busca da tua voz.

Os dias continuam nascendo...
Ainda procuro o cheiro,
os passos lentos
no silêncio dos teus chinelos na minha íris.
Meus olhos passeiam pelo quarto tão seu, sem medo,
onde o teu abraço era o meu lar.
É uma saudade sem fim.

Com amor...
~Ana Brunini

33 comentários:

Helprado disse...

Concluí que nesta vida poderia tolerar todas as mentiras quando me deparei com a mais certa das insuportáveis verdades: A morte! O conforto foi abrir os meus ouvidos às minhas vozes interiores, pois isso tem sido o único alento, derradeira esperança de reencontro com a pessoa querida que se foi! Estou feliz que tenha encontrado uma forma de aliviar a sua dor. A minha foi alimentar a minha fé em JESUS CRISTO. Bjs.

Floradas de amor disse...

Pra mim tbm a fé é um forte apoio, um alento, nesse período de tanta dor e saudades. Beijoss, Helena.

Rique Santos disse...

Olá, parabéns pelo blog, to seguindo.

Quando puder segue lá também:

http://www.interessediario.blogspot.com

Valeu!! Ah, tenho uma dica, vale apena conferir:

Ganhe dinheiro fazendo buscas no Wibi
*Para começar você ganha R$ 10,00 para utilizar o buscador.
*Cada busca no WiBi é contabilizada e se você atingir o mínimo de R$ 100,00, já pode receber o seu pagamento.
*Quanto mais pessoas indicar, mais você ganha
*Cada pesquisa válida vale R$ 0,02 (dois centavos) e você acumula quando seu indicado ou você buscar
*É real viu, basta se cadastrar: http://www.wibi.com.br/cadastro/?amigo=93296
Valeu, aguardo você lá!!

PinUp Crazy disse...

Fiquei comovida. Poucos palavras e tantos sentimentos.Parabéns pelo blog.

http://diariodefracassos.blogspot.com/

Aline Diedrich disse...

É bom saber que podemos sempre contar com a caneta, né?!

Nivaldo Gomes Filho disse...

a fé em meu senhor mim da força.

pois um dia sei que eu vou reecontrar ela.

mae eternas suadades.


que o senhor te abençoe.

felipe leon disse...

belo post . gostei .


http://fleonandthecity.blogspot.com/

Cícero Barbosa disse...

lembrar do cheiro é muito coisa de saudade, né
gostei.

bj.

Cabeça Feminina disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fernanda disse...

"Onde o teu abraço era o meu lar"! Que verso lindo! Podemos nos considerar felizes, podemos dar nossa vida como vividíssima se tivermos a chance de falar isso de alguém e escutar isso de alguém. Beijos e carinho!

Fábio Alves disse...

Passei só pra matar sua curiosidade: sim, a personagem que descrevia é real. Mas será q é feliz? Só ela sabe...
Vlw a visita!

Macaco Pipi disse...

sua mae será especial!

intwoone disse...

Muito legal o blog :] http://intwo-one.blogspot.com/ Estamos seguindo. esperamos caso goste que nos siga tambem :D

Mauro Gutembergue disse...

Muito Bonito seu blog!!

meus parabéns!!

http://aieporreta.blogspot.com/

http://aieporreta.blogspot.com/

Zoeiras.com disse...

mas que lindo esse seu texto!

Dreamer Girl disse...

O cheiro, o sorriso, a voz... Com o tempo a dor passa, a saudade vem acompanhada de uma certa gratidão pela vida ter nos dado a oportunidade de conhecer pessoas tão especiais. E quando dormimos, os sonhos nos aproximam daqueles que já partiram.

Alana disse...

Que lindo! Mas também tão triste... Faz tempo desde que eu li poesia pela última vez. Adorei!

Jac Bagis disse...

belíssimo texto!

retribuindo a visita ao meu blog!

bjs da Bagis

Sandro Batista disse...

Que homenagem lindíssima para uma mãe. Que texto cheio de amor, de delicadeza, de verdade. Apesar de não ser mais criança, ainda sinto isso, aquele sentimento meio que infantil em relação à minha mãe... Aliás, acho que todos nossos sentimentos amadurecem, e alguns, acabam até caindo, de tão maduros. Mas o amor que sentimos por nossa mãe nunca perde esse ar de infantilidade.

Abração

http://estacaoprimeiradosamba.blogspot.com/

J. BRUNO disse...

Realmente é lindo e triste, tal como o amor, aquele verdadeiro, que é só incompletude na ausência da pessoa amada...
"escrever alivia os gritos sofridos que me criam nós na garganta." esta é a mais pura verdade, me deste uma justificativa para continuar escrevendo...
.
Parabéns pelo Blog!
.
Visite o meu: http://sublimeirrealidade.blogspot.com/
.
Sigam-me os bons!!!

Carol Oliveira disse...

Assim como perguntou Drummond: Por que as mães se vão?
Elas deviam ser eternas, porque apesar de apredendermos a andar sozinhos, comer, ainda somos dependente de seu carinho, colo e atenção.

Singelo, belo e sincero seu texto!
ADOREI!

www.durmodeolhosfechados.blogspot.com

Evili disse...

Que lindas palavras..

adoreii!!

Visita também?!
http://lacoseentrelacos.blogspot.com/

Marcus Alencar disse...

É uma poema muito lindo e sincero, mostra o quanto um carinho sincero de mãe é importante. É como disse em meu post mais recente: é o nosso porto seguro.

Pétala Souza disse...

Escrever é sempre um alento. E essas palavras desenhadas nos mostram formas muitas vezes despercebidas....

TELMA GUEDES disse...

mto lindo e sensivel seu poema, é exatamente assim q a gente se sente as vezes...bjao

Jéssica Moura disse...

Oii,pooxa adoorei esse post!
Alias o blog está de parabéns..
Estou te seguindo viu?!

Ah dá uma passadinha no meu acabei de postar
uma sessão de gestantee.
Espero que gostee!

Beiijoo

www.jmphotosnet.blogspot.com

Cabeça Feminina disse...

eh incrivel como conseguimos escrever coisas tao belas apartir d algo tao triste...

me vi nestes versos.


otimo dia.



http://cabecafeminina.blogspot.com/

Wellington disse...

Lindo e encantador seu post! A família merece muito carinho pois é única e um dia só haverão saudades. Lindo mesmo sua postagem! Bom pra qualquer um notar o valor que uma mãe tem! ^^

Grande abraço!

http://neowellblog.blogspot.com/

Filippa disse...

muito bonito o seu poema! mãe é mãe, não tem jeito. e a gente valoriza mais ainda a nossa quando a gente se torna uma, como recentemente me tornei...
convido-a para visitar a minha loja de bijoux online http://www.filippaagnella.com/
Abçs!! :)

Fernanda H. disse...

Adorei os textos... seu blog eh iluminado!
Ja estou seguindo, é claro.
Visite-me tbm e se gostar, me segue.
Beijos

http://fernandahauagge.blogspot.com

blogtatudodominado disse...

Gostei do seu blog e estou seguindo, se poder retribuir ficarei feliz :)

http://blogtatudodominado.blogspot.com/

paradigmas universal disse...

VOCÊ ME PARECE SER PURA.

Marcus Alencar disse...

``onde o teu abraço era o meu lar``, essa parte me marcou. Já tinha lido antes, mas não resisti em reler esse poema. E agora percebo uma certa relação entre ele o de ausência pois ambos para estar falando sobre a faltam de quem se ama. No caso deste post, sobre a falta de alguém tão importante e cheia de luz como a mãe.